Digite para pesquisar

Dicas da Silvinha

Dicas da Silvinha

Lucro: Quanto Vale o Seu Artesanato? Como Calcular o Preço do Artesanato?
A pergunta mais frequente do Arte em Casa é: Por qual preço devo vender minha peça?
A resposta é controlada por diversos fatores que contribuem para a produção do seu artesanato. Como a qualidade de matéria prima usada, o custo e principalmente: o tempo!
O tempo que você usa para desenvolver o seu papel de artesão contribui para o valor agregado do seu produto. Deve ser levado em conta que qualquer artesanato é ÚNICO e tem um valor diferente perante o seu mercado e a sua capacidade artística.
Minha dica é que vocês continuem trabalhando no seu desempenho de artesão e avancem com sua experiência profissional. Detalhes como acabamento, costura e produtos bem selecionados dão toda a diferença quando você colocar o artesanato à venda! Isso é muito importante para calcular o preço do artesanato
É muito importante que todo artesão se considere um artista singular e não compare o seu produto com o de outros artistas. Pense em qual é o seu perfil, o seu público e estabeleça o seu objetivo pessoal: Quanto meu tempo vale? Aonde devo melhorar para que meu tempo possa valer mais?
É bom ressaltar que a forma de atender o cliente interfere também no seu lucro. Se você for vender artesanato em atacado, ou seja, em grande quantidade, o preço estipulado deve ser inferior ao preço vendido diretamente ao consumidor final. Para que isso seja melhor compreendido, deve-se levar em conta o custo variável e fixo. Custo fixo é aquele que não muda de acordo com o número de produtos confeccionados, ou seja, é sempre o mesmo, como limpeza, salário e aluguel. Por outro lado, o custo variável acompanha o nível de produção. Como exemplo de custo variável temos matéria prima e comissão para vendedores.
O artesão deve estipular uma lista com cada tipo de custo para que tenha uma visão mais exata de quanto ganha perante ao que gasta.
Por fim, estude o mercado que você pretende atingir, tenha em vista seus objetivos e reinvista os seus ganhos para otimizar o seu trabalho!
Se você ainda tiver alguma dúvida sobre esse ou outro assunto, deixe seu comentário e eu voltarei para explicar mais da vida de artesã para vocês!
Beijinhos!

Compartilhe nas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

6 Comments

  1. Juliana Ferreira 26 de julho de 2017

    Ótima explicação Silvinha obrigada

    Responder
  2. Delma Espíndola Bandeira de Melo 27 de julho de 2017

    Gostei muito das suas dicas porque sempre fiquei confusa na hora de colocar preço nas minhas peças. Obrigado

    Responder
  3. Clara De Assis Rodrigues Andrade 27 de julho de 2017

    Silvinha , amo seus artesanatos

    Responder
  4. Marlúcia de Oliveira 27 de julho de 2017

    Muito bom essas explicações e cada dia não desistirmos de nosso trabalho.

    Responder
  5. Elair Maria da Silva 29 de julho de 2017

    Muito obrigada pela dica as vezes fico confusa em colocar preços já teve peças que saí perdendo rsrsrs.Mas faz parte agora com sua dica vai ser mais fácil !!! 😍😍😍

    Responder
  6. Leiliane 1 de agosto de 2017

    Obrigado pela dica ,irei usa-la.
    Parabéns pelo seu trabalho.😍

    Responder

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *